Acervo da Memória Lage.

Resumo: Acervo digitalizado da Escola de Artes Visuais do Parque Lage

URI: http://acervo.memorialage.com.br/xmlui/handle/123456789/2

 
  • [Fotografias do lançamento revista Arte & Ensaios, convidada Rosana Paulino]

    Fundo: Fabio Szwarcwald

    Data e Local: 11/04/2019, Rio de janeiro, Brasil.

    Número de Registro: BREAVFS-0188

    Fotografia

    Ficha completa

    Fundo: Fabio Szwarcwald

    Título: [Fotografias do lançamento revista Arte & Ensaios, convidada Rosana Paulino]

    Data e Local: 11/04/2019, Rio de janeiro, Brasil.

    Espécie Documental: Fotografia

    Condições de Acesso: Não Restrito

    Cromia: COR

    Formato: Pdf

    Apoio / Realização: Ameav.

    Curador: O lançamento da Revista Arte & Ensaios é uma parceria entre a biblioteca da escola de artes visuais do parque lage e a revista arte e ensaios.

    Descrição de Conteúdo: O Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Escola de Belas-Artes da UFRJ (PPGAV/EBA/UFRJ) convida a todos para o lançamento do número 37 da revista do programa Arte & Ensaios, [Negrxs–Indixs]. O evento contará com a presença de Rosana Paulino em conversa com Elisa de Magalhães, Ronald Duarte, Jorge Vasconcellos e Rafa Éis.

    Participantes: Convidada especial Rosana Paulino.

    Documento: Original

    Procedência / Forma de Aquisição: Legado

    Setor / Local: Ensino

    Número de Registro: BREAVFS-0188

    Analógico / Digital: Digital

    Suporte: Eletrônico

    Gestão: Fabio Szwarcwald

    Série: Ensino

    Subsérie: Biblioteca | Centro de Documentação e Pesquisa

    URI: http://acervo.memorialage.com.br/xmlui/handle/123456789/14470

  • [Fotografias do segundo encontro projeto de pesquisa Paulo Freire, arte contemporânea e educação]

    Fundo: Fabio Szwarcwald

    Data e Local: 15/04/2019, Rio de janeiro, Brasil.

    Número de Registro: BREAVFS-0187

    Fotografia

    Ficha completa

    Fundo: Fabio Szwarcwald

    Título: [Fotografias do segundo encontro projeto de pesquisa Paulo Freire, arte contemporânea e educação]

    Data e Local: 15/04/2019, Rio de janeiro, Brasil.

    Espécie Documental: Fotografia

    Condições de Acesso: Não Restrito

    Cromia: COR

    Formato: Pdf

    Apoio / Realização: Ameav.

    Curador: Curadoria: Gleyce Kelly.

    Descrição de Conteúdo: Debate do texto: FREIRE, Paulo. Extensão ou comunicação? Trad. Rosisca Darcy de Oliveira. ed. 13. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2006.

    Participantes: Debatedores: Gleyce Kelly Heitor, Guilherme Dias, Luana Moura

    Documento: Original

    Procedência / Forma de Aquisição: Legado

    Setor / Local: Ensino

    Número de Registro: BREAVFS-0187

    Analógico / Digital: Digital

    Suporte: Eletrônico

    Gestão: Fabio Szwarcwald

    Série: Ensino

    Subsérie: Projeto de pesquisa Paulo Freire, arte contemporânea e educação

    URI: http://acervo.memorialage.com.br/xmlui/handle/123456789/14469

  • [Fotografias do primeiro encontro projeto de pesquisa Paulo Freire, arte contemporânea e educação]

    Fundo: Fabio Szwarcwald

    Data e Local: 01/04/2019, Rio de janeiro, Brasil.

    Número de Registro: BREAVFS-0186

    Fotografia

    Ficha completa

    Fundo: Fabio Szwarcwald

    Título: [Fotografias do primeiro encontro projeto de pesquisa Paulo Freire, arte contemporânea e educação]

    Data e Local: 01/04/2019, Rio de janeiro, Brasil.

    Espécie Documental: Fotografia

    Condições de Acesso: Não Restrito

    Cromia: COR

    Formato: Pdf

    Apoio / Realização: Ameav.

    Curador: Curadoria: Gleyce Kelly.

    Descrição de Conteúdo: Anos 1970 na América Latina: contexto político, desenvolvimentismo e a questão da participação na arte. Debate do texto: FREIRE, Paulo. Ação Cultural para Liberdade. Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 1981.

    Participantes: Debatedores: Rosemeri Maria da Conceição, Natalia Nichols, Érika Lemos Pereira

    Biografia: O grupo de estudos “Paulo Freire, Arte Contemporânea e Educação: influências e traduções” pretende dar lugar a um processo contínuo de investigação sobre o legado político e pedagógico de Paulo Freire nas práticas de educadores, artistas e curadores na contemporaneidade. Tem como objetivo a leitura dirigida e o debate de textos fundamentais, com a finalidade de mapear como as dimensões políticas e poéticas do pensamento do autor são a base para um conjunto de trabalhos e reflexões, produzidos nas intersecções entre arte e educação no Brasil e no mundo. Como o pensamento de Paulo Freire vem sendo apropriado e atualizado pelo campo da arte contemporânea? Nos interessa, neste projeto, olhar de forma mais aprofundada para aquilo que chamamos de influências – que é o uso e apropriação que esses agentes do campo da arte fazem desse pensamento. Como Paulo Freire é mobilizado e corrobora com as produções em arte e curadoria. E as traduções, que é olhar para como esse pensamento é ressignificado, de acordo com diferentes contextos e temporalidades, produzindo novos métodos e modos de pensar e criar, com base na pedagogia crítica. Acreditamos ainda que seja relevante questionar em que medida, ter artistas e curadores trabalhando com Paulo Freire, significa o estreitamento dos laços entre arte e educação? Se a educação também vem dialogando com as práticas artísticas, a partir das perspectivas oferecidas pela pedagogia crítica? Nesse sentido, é objetivo deste grupo reunir pessoas interessadas em estudar e debater de forma mais ampla um panorama de manifestações atuais (curadorias, exposições, etc.) e a produção de artistas contemporâneos que declaram e tomam partido da educação como seu fazer e da pedagogia de Paulo Freire como sua base.

    Documento: Original

    Procedência / Forma de Aquisição: Legado

    Setor / Local: Ensino

    Número de Registro: BREAVFS-0186

    Analógico / Digital: Digital

    Suporte: Eletrônico

    Gestão: Fabio Szwarcwald

    Série: Ensino

    Subsérie: Projeto de pesquisa Paulo Freire, arte contemporânea e educação

    URI: http://acervo.memorialage.com.br/xmlui/handle/123456789/14468

  • [Fotografias do segundo encontro do projeto 'Hospedando Lélia Gonzalez', na Biblioteca]

    Fundo: Fabio Szwarcwald

    Data e Local: 17/03/2019, Rio de janeiro, Brasil.

    Número de Registro: BREAVFS-0185

    Fotografia

    Ficha completa

    Fundo: Fabio Szwarcwald

    Título: [Fotografias do segundo encontro do projeto 'Hospedando Lélia Gonzalez', na Biblioteca]

    Data e Local: 17/03/2019, Rio de janeiro, Brasil.

    Espécie Documental: Fotografia

    Condições de Acesso: Não Restrito

    Cromia: COR

    Formato: Pdf

    Curador: Curadora Residente da biblioteca: Tanja Baudoin. Bibliotecárias: Juliana Machado e Rubia Luiza.

    Descrição de Conteúdo: Nesse encontro, entramos na pesquisa por uma discussão coletiva de um dos textos mais conhecidos de Gonzalez, “Racismo e Sexismo na cultura brasileira”, originalmente palestra do 1980. Os participantes são convidados a ler o texto antecipadamente e trazer comentários e pensamentos para contribuir para uma conversa aberta. Após a discussão, haverá uma breve introdução à dança afro-brasileira, liderada por Aline Valentim, que trará exercícios simples em grupo. Este encontro combina uma abordagem discursiva e corpórea para explorar o legado de Lélia Gonzalez, ex-professora do Parque Lage que ministrou um curso de cultura negra e também introduziu diversas iniciativas para a escola como capoeira, dança afro-brasileira e apresentações de candomblé.

    Participantes: Aline Valentim que é referência em dança afro-brasileira e danças populares.

    Biografia: Em 1976, Lélia Gonzalez (1935-1994) iniciou o primeiro curso de cultura negra na Escola de Artes Visuais do Parque Lage. O curso teve como foco a presença de artistas negros na arte brasileira e na cultura popular, trazendo questões de linguagem, religião, identidade e exclusão. Lélia Gonzalez foi antropóloga, professora de cultura Brasileira na PUC-RJ, política e defensora dos direitos humanos. Lélia era um símbolo muito importante para o movimento negro no Brasil, que publicou inúmeros artigos, dois livros, e ajudou a fundar instituições como o Movimento Negro Unificado (MNU), o Instituto de Pesquisas das Culturas Negras (IPCN), o Coletivo de Mulheres Negras N’Zinga e o Olodum. O projeto “Hospedando Lélia Gonzalez” visa dar atenção a esta figura e seu legado, pesquisando seu trabalho e idéias em relação à história da escola e seus investimentos no presente. “Hospedando Lélia Gonzalez” continua até julho 2019 com os seguintes componentes: – Exposição na biblioteca com materiais da Memória Lage (acervo da escola) e o acervo da Lélia Gonzalez, e contribuições dos artistas contemporâneos Aline Besouro, Millena Lízia e Yhuri Cruz. - Encontros mensais. – Estante com novos livros da biblioteca sobre artistas negras, com foco na mulheres e questões raciais – uma iniciativa das bibliotecárias. – Uma pasta com linha do tempo, textos escrito pela Lélia Gonzalez, e materiais encontrados durante a pesquisa.

    Documento: Original

    Procedência / Forma de Aquisição: Legado

    Setor / Local: Ensino

    Número de Registro: BREAVFS-0185

    Analógico / Digital: Digital

    Suporte: Eletrônico

    Gestão: Fabio Szwarcwald

    Série: Ensino

    Subsérie: Biblioteca | Centro de Documentação e Pesquisa

    URI: http://acervo.memorialage.com.br/xmlui/handle/123456789/14467

  • [Fotografias aula inaugural dos programas de formação e deformação gratuitos 2019]

    Fundo: Fabio Szwarcwald

    Data e Local: 11/04/2019, Rio de janeiro, Brasil.

    Número de Registro: BREAVFS-0184

    Fotografia

    Ficha completa

    Fundo: Fabio Szwarcwald

    Título: [Fotografias aula inaugural dos programas de formação e deformação gratuitos 2019]

    Data e Local: 11/04/2019, Rio de janeiro, Brasil.

    Espécie Documental: Fotografia

    Condições de Acesso: Não Restrito

    Cromia: COR

    Formato: Pdf

    Apoio / Realização: Ameav.

    Curador: Curadoria: Ulisses Carrilho e Gleyce Kelly Heitor.

    Descrição de Conteúdo: Na aula inaugural os pesquisadores Raquel Barreto e Luiz Rufino foram convidados a abordar perspectivas de educação interessadas na afirmação de metodologias e epistemologias orientadas para a descolonização do conhecimento, do saber e da formação. Evocamos essas reflexões e diálogos para afirmar o interesse da Escola de Artes Visuais do Parque em rever, constantemente, os seus pressupostos e processos formativos, pondo em evidência a necessidade de construir – no diálogo mais amplo com a educação – experiências de formação em arte pautadas em relações no compromisso com uma sociedade não-violenta, emancipadora e descolonizada.

    Biografia: A Escola de Artes Visuais do Parque Lage convida para a abertura da aula inaugural do Programa de Formação – Exercício Experimental da Liberdade e Programa de Formação e Deformação – Emergência e Resistência, cursos voltados para o acompanhamento e desenvolvimento de artistas e pesquisadores que oferecem, juntos, 50 bolsas de gratuidade para a formação intensiva de bolsistas, selecionados através de chamada pública.

    Documento: Original

    Procedência / Forma de Aquisição: Legado

    Setor / Local: Ensino

    Número de Registro: BREAVFS-0184

    Analógico / Digital: Digital

    Suporte: Eletrônico

    Gestão: Fabio Szwarcwald

    Série: Ensino

    Subsérie: Programas de formação e deformação

    URI: http://acervo.memorialage.com.br/xmlui/handle/123456789/14466

Filtrar por

Listar por