[Fotografias do corte 1, da exposição 'Estopim e segredo'] Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa.

Fundo: Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa

Título: [Fotografias do corte 1, da exposição 'Estopim e segredo']

Data e Local: 18 a 30/12/2019, Rio de Janeiro, Brasil

Espécie Documental: Fotografia

Condições de Acesso: Não Restrito

Crédito: Fotos: Gabi Carrera.

Cromia: COR

Formato: Pdf

Apoio / Realização: Ameav, secretaria de cultura e cidadania rio de janeiro, Furnas.

Curador: Coordenação: Clarissa diniz, Gleyce kelly heitor, Ulisses carrilho.

Descrição de Conteúdo: aliança heterogênea formada numa espécie de bolha-tempo protegida. de quantos espaços-tempo somos feitos? corpo é território? quais estratos nos compõem? quando órbitas podem colidir? o que sobra da colisão? é possível escavar sem ferir? quantos universos cabem na ponta de uma agulha? quando um corte é soma? depois do corte, vem a cicatriz? por que se comprometer em lembrar? somos nossas memórias? como catalogar o olhar? a escuta constrói o tempo? qual o tamanho da voz? o que acrescentamos ao espaço? adições somam ou subtraem? é a rotina que nos constrói? como aprender sem destruir vestígios e esvaziar sentidos? qual é a cor do nada? o que cabe no centro? transbordar para dentro? quando a porta de acesso é um limite? e quando tudo era junto? o acaso liberta? quais movimentos nos fazem ausentes? como fisgar o invisível? arte é um risco? o perigo é iminente? por que pactuar com o impossível? a explosão não acontecerá? perguntas fissuram espaços? de tanto cavar, inventar a origem, raiz desse encontro.

Participantes: ana carolina videira, arthur palhano, juan barbosa e michel masson

Biografia: ESTOPIM E SEGREDO é uma exposição coletiva proposta pela turma de 25 bolsistas do Programa de Formação e Deformação Gratuito – Emergência e Resistência. Como uma anti-conclusão, a mostra não desfecha o curso, mas o mantém em aberto através da invenção de outras formas de habitá-lo. Com uma abertura e um encerramento coletivos entremeados por cinco cortes durante os quais as cavalariças do Parque Lage serão ocupadas por pequenos grupos das artistas do programa, Estopim e segredo estende-se até março de 2020 em estado de contínua criação: desta vez ampliando as escutas e as trocas que fundaram os aprendizados do curso ao convocar, para este espaço-tempo de interlocução, os outros públicos da Escola e do Parque. Estende, assim, aos visitantes e participantes da exposição, algumas das perguntas que a conformaram: o que podemos aprender no exercício de expor? Pode uma exposição ser uma escola? Prorrogar o curso por meio de uma exposição em cinco cortes – e assim permanecer no Parque Lage – é um gesto político. Assentar, em um dos bairros de maior IDH (índice de desenvolvimento humano) do Rio de Janeiro, pessoas que historicamente apenas transitam por esse território é um desdobramento da campanha EAV para TODES. Organizada pelas integrantes dos cursos de formação de artistas ofertados gratuitamente pela Escola de Artes Visuais, o projeto mobilizou a própria instituição e a sociedade em prol do levantamento de fundos destinados à permanência dessas artistas em formação – ou seja, a garantir transporte e alimentação às participantes. Nesse esforço, endereçou publicamente a incontornável e inadiável necessidade de justiça social e de reparação histórica das assimetrias que constituem o Brasil e, como tal, a arte que aqui se faz e se legitima. Por isso, em seu processo de ocupação e de imantação do Parque Lage, Estopim e segredo reverbera algumas das nevrálgicas perguntas da EAV para TODES: como chegamos até aqui? E, fundamentalmente, como permanecemos neste lugar?

Documento: Original

Procedência / Forma de Aquisição: Legado

Setor / Local: Ensino

Número de Registro: BREAVSEC-0005

Analógico / Digital: Digital

Suporte: Eletrônico

Gestão: Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa

Série: Exposição

Subsérie: EAV

URI: http://acervo.memorialage.com.br/xmlui/handle/123456789/14620

Fotografia
Modos de visualização:
Navegação:
Ir à página: